Chakras

Chakras

Chakras

A palavra chakra vem do sânscrito e significa roda, círculo ou movimento e é essa a definição básica de um chakra, tem aparência de uma roda girando.

Quando os chakras estão inativos assemelham-se a rodas; quando despertam, eles tomam a aparência de uma flor (lótus) aberta, irradiante, colorida pela freqüência da energia das pétalas.
O que são os chakras e para que servem?

Chakras são centros energéticos do nosso corpo que funcionam como portais de energia fazendo a captação, contenção e distribuição desta energia para todos os corpos energéticos que possuímos, também são responsáveis pela formação do corpo espiritual, são centros de consciência e podemos considerá-los os órgãos da nossa alma. Cada chakra contém um mantra, uma cor, uma divindade protetora, uma forma geométrica e uma função.
Uma frase de Anagarika Govinda: “Enquanto que, de acordo com as concepções ocidentais, o cérebro é a sede exclusiva da consciência, a experiência yogue mostra que nossa consciência cerebral é apenas ‘uma’ entre muitas formas possíveis de consciência, e que esta consciência, de acordo com suas funções e natureza, pode ser localizada ou centralizada em vários órgãos do corpo. Estes ‘órgãos’ que coletam, transformam e distribuem as forças que fluem através deles são chamados de chakras ou centros de força. Deles irradiam correntes de força psíquica, comparáveis aos raios de uma roda ou às pétalas de um lótus”.

Na prática diária utilizando diversas ferramentas de cura, o trabalho de equilíbrio do Chakras nos promove uma vida mais sadia em diversos aspectos, tanto físicos como emocionais. Observar como funcionam os nossos chakras proporciona uma verdadeira visão de si mesmo, como um mapa, uma direção a seguir, pois as escolhas individuais são baseadas nos chakras que estão em desequilíbrio e merecendo atenção e direcionamentos.

“Assim refinamos nosso comportamento individual e consciência adotando mecanismos de controle e harmonizando a influência dos chakras. A energia flui e é transformada por eles. O intelecto encontra maneiras de agir e métodos de conseguir o objetivo desejado. Dessa maneira, o mundo não é o mundo exterior, mas o mundo com qual alguém se associa mentalmente.” Harish Johary

Funcionamento

Chakras

Chakras

Seu funcionamento varia de acordo com a energia captada interna e externamente, são extremamente sensíveis podendo mudar de intensidade e direção facilmente. Sua rotatividade pode ser tanto no sentido horário quanto anti-horário variando de acordo com a energia do indivíduo.

Os chakras podem ser considerados rodas da mente que habitam a floresta dos desejos. Os desejos como as próprias rodas são forças motivacionais. Cada chakra é um estágio dos desejos que completam o ser humano, revelando, em cada um, sua influência nas pessoas que estão trabalhando na energia daquele centro em particular. Através do equilíbrio do chakras, em sua própria vida, na prática constante, a pessoa pensa e compreende as situações da vida a partir da referência do chakra. Assim, cada chakra se torna um estágio para a energia expressa no comportamento humano.

História

Os Chakras estão registrados em culturas antigas e referenciados como pontos energéticos utilizados para cura e progresso energético e espiritual.
O Qi Gong ou Acupuntura da China, o Yoga e o Ayurveda da Índia que faz um tratamento com os marmas e outras culturas antigas tinham conhecimento destes pontos e de como trabalhar com eles em beneficio à saúde.
Os nadis seriam correspondentes aos meridianos chineses, assim como prana, ki e chi seriam nomes diferentes para a mesma energia vital.

A noção de chakra faz parte do tantra, onde as práticas e filosofias do yoga estão ligadas e dos princípios ayurvédicos onde os marmas são utilizados em diversos tratamentos.
O objetivo das práticas tântricas é a subida da kundaliní através dos chakras, ativando-os, a fim de se unir no sahashara com Shiva, aqui representado como essência espiritual e desta forma obter a chamada “iluminação”.

Chakras

Chakras

Este estudo Viver Alternativo de chakras baseia-se na filosofia hindu e em escritos sagrados como o Shat-chakra-Nirupana de Purnananda, escritos de Swami Satyananda Sarasvati e nos Upanishads. Os Upanishads são considerados uma parte dos Vedas, a mais antiga literatura canônica do Hinduísmo, que tem sua origem milhares de anos atrás.

Os sete chakras principais

São sete os principais chakras, cada qual correspondendo a um dos sete corpos sutis, porém existem milhares destes centros de energia espalhados pelo corpo acompanhando os nadis. Os principais chakras estão diretamente ligados ao sistema nervoso e as glândulas endócrinas e possuem funções e características específicas.

Para obter uma descrição detalhada de cada Chakra visite o artigo aqui

São divididos em três grupos:
Inferior (1º, 2º e 3º) ligado diretamente ao plano da matéria e as coisas mais palpáveis da vida,
Médio (4º) ligado ao sentimento puro e todas as emoções
Superior (5º, 6º e 7º) ligado aos planos mental e espiritual, as direções mais sutis e voláteis da vida.

Existem três “nós psíquicos” (1º, 4º e 6º) a serem desatados e por onde é liberado o fluxo de subida da energia Kundaliní.

A psicologia moderna e o Yoga enumeram estes nós como três tipos básicos de tensão:
1) Brahma Granti – Tensão física ou muscular, gerada pelo sentimento de culpa por não vivenciar a plenitude do ser. Está ligado Muladhara Chakra.
2) Vishnu Granti – Tensão emocional gerada pelo sentimento de abandono e por não se sentir amado, necessário. Está ligado ao Anahata Chakra.
3) Rudra Granti – Tensão mental ou psíquica gerada pelo sentimento de inferioridade e por não auto conhecimento. Está ligado ao Ajña Chakra.

Chakras

Chakras

Parte Integrante da Apostila do Curso de Chakras com Raquel Frota

Autoria Raquel Frota

Para utilizar nossos textos favor citar o autor e a fonte.

Anúncios

Workshop de Chakras

Workshop de Chakras com Deva PreMukti Presencial ou OnLine

Chakras

Chakras

 
Chakras são nossos centros de energia, tendo como função principal a captação, o armazenamento e a distribuição da energia vital, o prana pelo nosso corpo, são os órgãos da nossa alma e revelam como devemos caminhar em sintonia com o que a alma nos diz.
 
Tendo destaque os 7 chakras principais, baseamos nosso estudo em escrituras sagradas hindus, mantendo os 7 centros originais e explicando suas diferenças, suas formas de rotação horária e anti-horária e seu funcionamento correto, desmistificando todo este estudo que acabou sendo muito alterado e difundido com várias egrégoras e medicinas diferentes.
 
Este curso propõe um tratamento que você pode levar para vários setores da vida que merecem atenção, seja no físico, com seus instintos básicos, apelo financeiro e material e alcançando as esferas mais sutis pelo emocional, mental e espiritual.
 
  
Conteúdo
 
  • Leitura e avaliação dos chakras

    Chakras

    Chakras

  • Estados de rotação dos chakras
  • Noções básica de radiestesia, usando pêndulo e dual rod
  • O que é Aura;
  • Quais são os corpos sutis e suas dimensões;
  • O que são os Chakras sua localização, quais os desequilíbrios correspondentes a cada um
  • Os cristais que os harmonizam e o Elixir de cristais
  • A cromoterapia para os Chakras
  • Os mantras para estimular cada chakra
  • Para reservar sua vaga é necessário inscrição antecipada com depósito.
    Para entrar em contato: DevaPreMukti@gmail.com

Chakras

Apresento as características dos setes principais chakras.

Muladhara Chakra

Localização: Na base da espinha dorsal, na região que compreende os genitais e pélvis.
Forma geométrica: Quadrado, 4 pétalas.
Cor: Vermelho
Mantra: Lam.
Corpo: Físico ou Anna Maya Kosha – Corpo ilusório do alimento.
Órgãos: Aparelho reprodutor e membros inferiores.
Glândulas: Gônadas sexuais.

Características: É onde nasce e reside a energia Kundalini que se movimenta em espiral pelas nadis (meridianos) ida e píngala., raiz do crescimento e desenvolvimento, é o chakra mais conectado a matéria e a consciência da realidade, desenvolve o sentimento de posse e apego. Os ambientes em que a pessoa mora e trabalha influenciam diretamente na atividade deste centro.

Funções: Despertar o instinto de sobrevivência, que compreende aspectos ligados ao dinheiro, alimentação e sexo.

Dicas de equilíbrio: Alimente-se bem, pratique exercícios físicos, mantenha sempre a sua casa e o ambiente de trabalho organizados, faça um feng-shui, tenha uma boa atividade sexual, de maneira saudável e prazerosa.

Swadhisthana Chakra

Localização: Região lombar logo abaixo do umbigo.
Forma geométrica: Círculo, com uma lua crescente e 6 pétalas.
Elemento: Água.
Cor: Laranja
Mantra: Vam.
Corpo: Etérico, prânico ou Prana Maya Kosha – Corpo ilusório energético etérico.
Órgãos: Rins, bexiga, baço e coluna vertebral.
Glândulas: Supra renais.

Características: Morada do ser e do ego, garante expansão da personalidade, despertar da paixão e da sensualidade, centro erótico do ser regendo as fantasias e os sentimentos de ciúme, inveja, alegria e coragem. Este chakra nos conecta na forma como o mundo nos vê, a identidade que criamos para esta vida e a maneira como ela se manifesta.

Funções: Garante tudo que atraímos para si e compreende sedução, criatividade e relacionamentos em geral tanto pessoal como profissional, bom para vendas, desenvolve a capacidade de adaptação ao meio e as mudanças.

Dicas de equilíbrio: relacione-se, escolha que tipo de sociedade você quer conviver, tenha bons amigos, crie grupos, estude, manifeste sua personalidade, promova suas ideias. Realize fantasias com seu parceiro, trabalhe a sua sedução, dance, vista-se bem.

Manipura Chakra

Localização: Um pouco acima do umbigo.
Forma geométrica: Triângulo invertido, 10 pétalas.
Cor: Amarelo
Mantra: Ram.
Corpo: Kama Maya Kosha – Corpo ilusório dos desejos.
Órgãos: Sistema digestório: estômago, fígado e vesícula biliar e o sistema nervoso.
Glândulas: Pâncreas.

Características: Desenvolvimento do ego, reconhecimento pessoal, liderança no trabalho, bem estar físico e emocional, conquistas, sentimentos de insegurança, arrogância, ansiedade e medo. Este chakra esta diretamente ligado as nossas escolhas, responsável pelas funções que exercemos. Conectado com a atividade profissional e com estudos.

Funções: Poder pessoal compreendendo poder, escolhas e individualidade.

Dicas de equilíbrio: Escolha bem sua profissão, esta escolha determinará de maneira importante a sua função. Ame seu trabalho, seja um bom profissional, qualifique-se e explore bem suas capacidades. Ame-se, adquira autoconfiança, faça rituais de prosperidade Troque de emprego, troque de função, faça um novo curso ou faculdade. Seja criativo e mais uma vez promova suas ideias.

Anahata Chakra

Localização: No meio do peito.
Forma geométrica: Estrela de seis pontas, 12 pétalas.
Cor: Verde, rosa
Mantra: Yam.
Corpo: Ananda Maya Kosha – Corpo ilusório da felicidade.
Órgãos: Coração e pulmões.
Glândulas: Timo.

Características: Chakra intermediário, centro energético do amor universal, do impulso de abraçar a verdade, Ágape, sentimentos de altruísmo, felicidade, harmonia interior. Este chakra armazena qualquer tipo de mágoa e problemas não resolvidos trazendo dificuldade para chorar, aceitar ajuda e crises de identidade. Desperta no indivíduo a vontade e capacidade de ajudar e amar o próximo sem querer algo em troca.

Funções: Discernimento e sentimento compreendendo aspectos de compaixão, perdão, verdade e gratidão.

Dicas de equilíbrio: Ame o próximo, seja fiel, esqueça o passado, perdoe as pessoas que o magoaram, evite magoar os outros, encontre uma instituição confiável e faça uma doação, pratique o trabalho voluntário, tenha amigos e desabafe.

Vishuddha Chakra

Localização: Garganta.
Forma geométrica: Lua crescente, 16 pétalas.
Cor: Azul, turquesa (tonificar), laranja e violeta.
Mantra: Ham.
Corpo: Mental ou Manas Maya Kosha – Corpo ilusório do conhecimento.
Órgãos: Garganta, boca e nariz.
Glândulas: Tireóide.

Características: Nele estão situadas características de todos os chakras, sendo relacionado cada um a uma vértebra cervical. Busca do conhecimento, intelecto, razão, consciência cósmica e criatividade. Esta relacionado à capacidade de se expressar, a autocrítica, dons artísticos e poesia. Este chakra rege a forma como nos expressamos e colocamos a verdade em prática. Harmonia na comunicação não significa falar demais ou engolir sapos e sim falar e ouvir a coisa certa e nem sempre o que é certo para nós é certo para os outros.

Funções: Responsável pela expressão que compreende aspectos de comunicação e compreensão.

Dicas de equilíbrio: Leia livros, escreva, estude, se comunique. Pratique meditação, descubra o silêncio da voz e da alma. Ouça o que os outros têm a dizer, não se meta em discussões desnecessárias, troque ideias que aprimorem o intelecto. Dê somente conselhos úteis. Pratique o desapego.

Ajña Chakra

Localização: Entre as sobrancelhas.
Forma geométrica: Círculo, bindu, 2 pétalas.
Cor: Azul royal, índigo, dourado ou violeta.
Mantra: Om.
Corpo: Do conhecimento, Corpo Mental ou Jhana Maya Kosha – Corpo ilusório da sabedoria pura.
Órgãos: Olhos e ouvidos.
Glândulas: Pituitária, hipófise.

Características: Muito conhecido como o Terceiro Olho. Centro da manifestação divina, desenvolve sentido espiritual, a clarividência, ligação do consciente com inconsciente, força de pensamento, visualização criativa, eliminação da dualidade com as faculdades de ver e ouvir corretamente, promove autorreflexão, compreensão de si mesmo e discernimento, desenvolvimento do intelecto e aquisição de conhecimento e sabedoria.

Funções: Consciência de observação, capacidade de sentir claramente a energia de uma situação, com aspectos de intuição, consciência e desidentificação dos condicionamentos e padrões que aprisionam o ser. Produz Siddhis. Tarólogos e oraculistas possuem este centro altamente desenvolvido.

Dicas de equilíbrio: Medite e descubra o silêncio, desenvolva a sua intuição e acredite nas mensagens que chegam até você através dos sinais, mantenha uma vida equilibrada com harmonia física, mental e espiritual. Não julgue ou obtenha opiniões desnecessárias.

Sahashara Chakra

Localização: Topo da cabeça.
Forma geométrica: Círculo, 1000 pétalas.
Elemento: Presença de todos os 5 elementos.
Cor: Magenta, Arco íris ou branco.
Mantra: Shan.
Órgãos: Cérebro.
Corpo: Espiritual ou búdico ou Buddhi Maya Kosha.
Glândulas: Pineal.

Características: Conhecido como o Chakra de mil pétalas. Portal de entrada da espiritualidade, centro da iluminação, contato com o divino e evolução espiritual. Meditação e silêncio são as palavras mais importantes deste chakra, acesso a memória ancestral e de vidas passadas. Simboliza a coroação, a perfeição, a liberdade e a totalidade. Nas imagens de santos e deuses sempre tem este chakra simbolizado como aureola na cabeça.

Funções: Organiza todos os aspectos da mente, não-mente, do intelecto e a mente identificada.Produz Samádhi (iluminação). Promove autorrealização e sabedoria. Os grandes mestres e monges se iluminam através deste chakra. Portal de comunicação com o divino, com o guardião pessoal, anjo da guarda ou animal de poder.

Raquel Frota

Para usar nossos textos favor citar a fonte