Argiloterapia

A energia da terra a serviço da vida

Argiloterapia

Argiloterapia

A argilaterapia também é conhecida como geoterapia.
A palavra geoterapia vem do grego onde Geo = terra e Terapia está relacionada a tratamento. Dessa forma a Geoterapia é uma terapia natural que se utiliza das propriedades medicinais da terra, do barro gerando assim um equilíbrio corporal restabelecendo e recuperando a saúde.

 

 

A geoterapia pode ser usada tanto de modo preventivo como auxiliar no tratamento de doenças.

História
A utilização da argila é milenar, está presente nos mais antigos tratados de cura popular e constitui uma técnica bastante difundida entre curandeiros e médicos famosos. Iniciou-se quando o homem primitivo através da observação de alguns animais e pela sua busca intuitiva para o alívio de dores, pancadas, lesões, feridas… Até hoje muitos animais deitam-se na terra ou na lama quando estão com alguma disfunção ou doença.
Temos relatos históricos do uso da argila por várias antigas civilizações: árabes, chineses, assírios, babilônios, egípcios e hindus.
E muitos nomes como Hipócrates, médico grego considerado o “Pai da Medicina”, freqüentemente utilizava a argila em seus tratamentos e ensinava seus discípulos como usá-la de maneira adequada. Encontramos essa prática mencionada na obra de médicos célebres como Avicena, Agrícola, Averrois e Galeno além de cientistas e filósofos como Plínio, Paracelso, Aristóteles e, mais recentemente, o Mahatma Gandhi, grande admirador dos efeitos curativos da terra. Hoje raramente encontramos uma clínica naturalista ou de estética que não utilize a argila, sozinha ou associada a outros elementos.

Argiloterapia

Argiloterapia

Como age a Argilaterapia?

Propriedades
Retenção de água: absorve a água por capilaridade, útil para absorver as secreções.
Retenção de calor: boa condutividade calórica, a argila distribui ou retira o excesso de calor interno, age também como isolante e esfria com muita rapidez no caso de uma inflamação.
Retenção de gazes: acumula gazes, vapores e odores, tem uma boa ação nos gases tóxicos armazenados no intestino. Algumas compressas retiradas possuem odor forte devido a essa absorção.
Estado coloidal e adsorção: promove a troca de partículas através da superfície, gerando a adsorção, processo intermediário para a absorção. Absorve as toxinas e outras secreções de feridas ou úlceras da pele e mucosas inflamadas, e do sistema gástrico e digestório em geral.

O poder de absorção da argila é capaz de retirar do interior de um organismo a febre interna. Isso é demonstrado com uma simples aplicação, depois de alguns minutos a argila fica mais quente na região onde há esse calor interno.

No corpo humano a argila absorve tudo o que nos faz mal.

Argiloterapia

Argiloterapia

Podemos fazer uma analogia para entender a ação da argila: a água poluída e quente ao ser absorvida pela terra torna-se cristalina e fresca nas entranhas da terra. A imagem é do seio materno que gera a vida. É do útero da terra que são germinadas as sementes. É dela que jorra água, é dela que nasce a vida.

Utilizações
A argila pode ser ingerida ou aplicada no local em forma de compressa ou cataplasma.

Uso Interno
Por via oral é indicada para doenças do aparelho digestório, infecções da boca e garganta, envenenamento, reumatismo, alergias.
Uso externo
Na forma de compressas frias ou quentes, utilizando, caso for necessário, cataplasmas de ervas extraindo assim todos os princípios ativos da geoterapia e da fitoterapia.

Argiloterapia

Argiloterapia

CUIDADOS IMPORTANTES
Não devemos nos espantar com as reações que argila pode causar, por provocar, por exemplo, feridas que surgem inesperadas, dores, comichões, ulceras que parecem aumentar, febre… Isto tudo é um sinal positivo de que a argila está mexendo como organismo e conseguindo eliminar as matérias estranhas. A argila limpa o organismo.
Usar sempre sob a orientação de um profissional que saberá indicar a aplicação correta bem como auxiliar nos efeitos decorrentes do tratamento.

Autoria: Raquel Frota

Para usar nossos textos favor citar a autoria e fonte

Matriarca da Sexta Lunação

Sexta Lunação – Contadora de Histórias

Sexta Lunação - Contadora de Histórias

Sexta Lunação – Contadora de Histórias

Plenilúnio em Sagitário
Lua dos Cavalos
(Sol em Gêmeos)

E “A Contadora de Historias” que, por meio de seus contos, ensina o relacionamento correto com nossos irmãos de criação, como usar o humor para afastar os medos, como equilibrar o sagrado e o profano e preservar a tradição oral de nossos ancestrais. A Energia propícia recolhimento e equilíbrio dos instintos, direcionamentos das energias, centramento.
Esta lua traz a dádiva das habilidades de cura se aprender a desenvolve-la. Para adquirir habilidades em qualquer área que queira trabalhar, aprender sobre a própria beleza , dos outros e do meio ambiente.

Esta Lua ensina sobre as próprias habilidades, a serem mais sensitivo, mais veloz, e apreciar a beleza em todas as suas formas. Revela forças e as fraquezas que vem da energia vital.

Autoria Mirella Faur

Matriarca da Quinta Lunação

Quinta Lunação – Guardiã do Silêncio

Quinta Lunação - Guardiã do Silêncio

Quinta Lunação – Guardiã do Silêncio

Plenilúnio em Escorpião
Lua das Flores e do Retorno dos Sapos
(Sol em Touro)
E “Aquela que ouve”, a guardiã do silencio. Seu ensinamento é silenciar para ouvir as mensagens do nosso interior, da natureza, dos Mestres, do Criador Encontraremos, assim, a calma e a paz necessárias para avaliar, ordenar e transformar nossa vida
Esta lua tem a dádiva de poder tornar agradáveis os ambientes, de cada um se auto-sustentar e sustentar os outros: a estabilidade.

Esta lua a encoraja para ir além do plano material, a buscar qualquer iluminação espiritual que puder encontrar.
Ensina sobre perseverança, paciência, estabilidade e praticidade. Inspira a colocar a própria casa em ordem, para que possa ter um lugar tranqüilo e de contentamento.

Autoria Mirella Faur

Matriarca da Quarta Lunação

Quarta Lunação – Aquela que vê longe

Quarta Lunação - Aquela que vê longe

Quarta Lunação – Aquela que vê longe

Plenilúnio em Libra
Lua das Arvores que Crescem
(Sol em Áries)

É “Aquela que vê longe”, a guardiã dos sonhos. Ela nos ensina a usar a forca de nossos pensamentos e sentimentos para alcançar os resultados almejados. Ela também nos mostra o valor de nossos sonhos e nos guia para usarmos nossa habilidade no descobrimento e desenvolvimento de nosso potencial pessoal.

Esta lua tem a dádiva da liderança, da clareza de visão e adaptabilidade. Para aprender a temperar as energias de fogo, criar raízes e voar.

Esta Lua convida a encontrar meios de evolução pessoal para si e para os outro. Ensina sobre energia, intensidade, destemor. Ensina a canalizar energia, conter emoções e a ser pacientes com os outros. A temperar a energia que o fogo dá, para que o fogo interior possa trazer calor e luz para tudo o que e entrar em contato.
Energia propícia para renovação e crescimento.

Autoria Mirella Faur

Matriarca da Terceira Lunação

Terceira Lunação – Aquela que avalia a verdade e a justiça

Terceira Lunação - Aquela que avalia a verdade e a justiça

Terceira Lunação – Aquela que avalia a verdade e a justiça

Plenilúnio em Virgem
Lua das Sementes
(Sol em Peixes)

É “Aquela que avalia a verdade”, a guardiã da justiça que ensina os princípios da Lei Divina, a lei da ação e reação, o reconhecimento de nossa força e a aceitação de nossa fraqueza, mostrando-nos como avaliar as situações com imparcialidade, aceitando a verdade sem ferir ninguém. Energia propícia ao plantio de novas sementes em nossa vida, flexibilidade, cura, percepção e aceitação.

Traz a dádiva natural de habilidades curativas e psíquicas. Para aprender sobre sensibilidade profunda e a descobrir o próprio poder natural, sobre os mistérios da vida e a necessidade de estabelecer um território seguro. Inspira a acessar poderes de fora do mundo ordinário, a expandir o dom natural para os mistérios da vida e do Universo.

Esta é também uma lua de mistério. Pede mudanças rápidas, e preparação para tempos de crescimento. Intensifica lado inquieto da natureza, aumenta a habilidade para lidar com energias próprias. Sua dádiva de pureza ajuda a ter pureza espiritual.

Autoria Mirella Faur

Matriarca da Segunda Lunação

Segunda Lunação – Guardiã da Sabedoria e das Tradições Sagradas

Segunda Lunação - Guardiã da Sabedoria e das Tradições Sagradas

Segunda Lunação – Guardiã da Sabedoria e das Tradições Sagradas

Plenilúnio em Leão
(Sol em Aquário)

É a guardiã da sabedoria, a guardiã das tradições sagradas e da memória planetária. Ela nos ensina a encontrar a sabedoria, tornando-nos receptivos aos pontos de vista dos outros e aprendendo com as experiências alheias. Aceitando a verdade e o espaço sagrado de cada ser expandimos a noção da família planetária e reafirmamos nossos laços com todos nossos irmãos de criação.
Esta lua tem a dádiva de fazer o coração ficar leve e ser brincalhão . Você pode realmente gostar de outras pessoas e de você mesmo. Ser humanitário. Também para a purificação..
Inspira a aperfeiçoar a comunicação, desenvolver o intelecto a transmitir mensagens de forma gentil e harmoniosa. Expande o poder intuitivo traz recordações de vidas passadas . Esta Lua ajuda a desenvolver habilidades psíquicas e para descobrir o aspecto corajoso e humanitário de nosso próprio ser.

Autoria Mirella Faur

Matriarca da Primeira Lunação

Primeira Lunação – Aquela que fala com todos os seres

Primeira Lunação - Aquela que fala com todos os seres

Primeira Lunação – Aquela que fala com todos os seres

Plenilúnio em Câncer

Lua da renovação da terra
(Sol em Capricórnio)

“Aquela que fala com todos os seres”, a guardiã do aprendizado da verdade, do tempo e das estações. Ela nos ensina nosso parentesco com todos os seres da criação e a necessidade de honrar a verdade de cada ser. respeitando os direitos de todas as formas de vida e abrindo o coração. Sua sabedoria esta na sintonia com os ritmos da vida e no uso dos quatro elementos para alcançar o equilíbrio. !

Esta Lua convida para um tempo de descanso e renovação. Ela não permite transparecer as emoções, mas sinaliza para interiorizar e descansar. Refletir as ações do passado, preparando-se para o futuro. Os nascidos nesta lua devem prevenirem-se para não ficarem bloqueados, perfeccionistas e para arrumar tempo para lazer. Ela pede para ser adaptável, flexível, prudente, correto na conduta.

Em Câncer, a Lua Cheia, senta-se no seu trono. Câncer é o signo da maternidade, e esta fase simboliza trazer ao mundo uma criança saudável. A energia é predominantemente feminina, fértil, uma Lua Cheia no auge. Favorece o crescimento dos frutos, vegetais, flores ou projetos. A Lua mais indicada para trabalhar as emoções. Nos convida para um tempo de descanso e renovação. Para refletir as ações do passado, preparando-se para o futuro. Esta é a posição para um potencial de grande poder, nos ensina a ser fluidos, mas corretos na conduta bem como tão claros, adaptáveis, prudentes e sábios.

Esta Lua Cheia afasta influencias antigas, nutre nossa criança interior, reavalia temas antigos, descarta o que não nos serve mais, harmoniza a vida familiar.

Autoria: Mirella Faur